Siga o Copo

Topo
Siga o Copo

Siga o Copo

Vinho brasileiro tem mais "saúde" que sul-americanos e europeus, diz estudo

Juliana Simon

04/08/2019 09h48

Aqui no Siga o Copo já falamos sobre a diferença entre beber e degustar cervejas. Com vinho e qualquer outra bebida alcoólica, não é diferente. "Fazer bem" não é só ter boas sensações, mas também aproveitar o que essas delícias podem trazer para sua saúde.

Para os brasileiros, uma ótima notícia nesse quesito: uma pesquisa do Laboratório Lavin, especializado em análises de bebidas, apontou que os vinhos da Serra Gaúcha têm quase três vezes mais resveratrol do que seus principais rótulos concorrentes sul-americanos e europeus.

Veja também

Resvera… o que?

A substância resveratrol é encontrada em semente e casca das uvas tintas, logo faz parte de sucos e vinhos 😉

Carlos Basualdo, nutricionista da clínica Mais Excelência Médica, confirma o que muita gente usa como desculpa: vinho faz bem! – desde que não passe dos dois cálices de 200 ml por dia e que sua dieta não proíba álcool, óbvio.

resveratrol ajuda a reduzir o colesterol ruim e proteger o organismo contra as doenças cardiovasculares. Além disso, a ação antioxidante combate inflamações e melhora a cicatrização de ferimentos.

"Alguns estudos demonstram efeitos benéficos no envelhecimento e alguns tipos de câncer, mas não está confirmado". Torcemos por essa notícia, ciência.

Brasil nas "cabeças"

Diante de tantos benefícios, a boa notícia é que, na comparação entre 6 vinhos da serra gaúcha – a Casa Perini, que aceitou participar do estudo – e de 11 rótulos da Argentina, Chile, Portugal, Itália e França * mais vendidos por aqui, os nacionais têm 3,5 vezes mais resveratrol (3,51 mg/L, ante 0,96 mg/L).

A presença maior desse polifenol não é por acaso, segundo o presidente da ABS-RS, Orestes de Andrade Jr. "A Serra Gaúcha é tida como uma região úmida e inóspita para o cultivo de uvas tintas. Para sobreviver e frutificar, a videira da produz mais resveratrol para proteger a planta da ação de fungos", explica.

A pesquisa passou por contraprova no Laboratório de Referência Enológica (Laren) do governo do Estado do Rio Grande do Sul e está sendo divulgada pela Associação Brasileira de Sommeliers (ABS-RS).

Momento importante

O que muita gente defende para a cerveja, vale para o mundo do vinho: mercado só cresce com apoio local. O acordo do Mercosul com a União Europeia deixou muito produtor brasileiro preocupado e olhar para a tributação local é urgente.

O Brasil conta com produtores de qualidade e "saúde" para dar e vender. Por que não olhar com mais carinho para a prateleira que leva nossa bandeirinha verde e amarela?

*Os rótulos avaliados foram os seguintes: Cosecha Reservado 2017 (0,87 mg/L), Etchart Malbec 2017 (2,15 mg/L), Periquita 2016 (1,17 mg/L), Corvo Roso 2016 (0,92 mg/L), Latitud 33 2017 (0,72 mg/L), Casa Silva Cabernet Sauvigon/Carmenèré 2018 (1,17 mg/L), Casillero del Diablo 2017 (0,54 mg/L), Reservado Concha Y Toro 2018 (0,89 mg/L), Santa Carolina Reservado 2017 (0,57 mg/L), Cartucha 2016 (0,74 mg/L), Baron D'Arignac (0,89 mg/L), Arbo Merlot sem safra (3,52 mg/L), Arbo Cabernet Sauvignon sem safra (3,63 mg/L), Casa Perini Cabernet Sauvignon 2017 (3,01 mg/L), Casa Perini Merlot 2017 (3,15 mg/L), Fração Única Cabernet Sauvignon 2015 (4,57 mg/L) e Fração Única Merlot 2015 (3,18 mg/L).

COMO ESTAMOS BLOGUEIRANDO? Críticas, elogios, sugestões, desabafos? Aceitamos em InstagramFacebook e até no Untappd.

Sobre a autora

Juliana Simon é jornalista do UOL, sommelière de cervejas, mestre em estilos e especialista em harmonização pelo Instituto da Cerveja Brasil.

Sobre o blog

O Siga o Copo é espaço para dicas, novidades e reportagens para quem já adora ou quer saber mais sobre o universo cervejeiro e de mais bebidas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Siga o Copo