Siga o copo


menu
Topo
Siga o Copo

Siga o Copo

Estudar cerveja não é só beber. Conheça cursos para entrar nesse mundo

Juliana Simon

16/02/2019 09h28

Uma das primeiras gracinhas que a gente ouve quando diz que estuda cerveja é "nossa, que beleza. Só no copo. Só na birita". Felizmente, o universo cervejeiro oferece muito mais que isso.

Ao lado da maior popularização da cerveja artesanal, vieram os cursos para quem quer ser mestre-cervejeiro (fazer cerveja) ou sommelier (analisar cerveja) em níveis básicos ou avançados, para quem quer um novo hobby ou uma outra profissão.

Se o limite é geográfico, as principais instituições de ensino cervejeiros apresentam cursos por várias capitais. Há também opções de cursos online que, além de facilitarem no encaixe da rotina, acabam saindo bem mais em conta (e essa é a novidade da vez, por exemplo, do Instituto da Cerveja Brasil, escola dessa blogueira aqui. Mais sobre ele lá pra baixo do post 😉 * )

Onde se bebe, se lê (e não é pouco)

Na sala de aula, já é possível sentir que não basta saber beber. Conhecer os ingredientes, como as cervejas são elaboradas, história das escolas cervejeiras e os diferentes estilos além de ser apaixonante, cria discernimento para a melhor hora: a do beber.

Existe decoreba, prova, testes cegos e, no fim, vale muito a pena saber o que você está tomando, lapidar conhecimentos para provar o que mais gosta, se desafiar no que não te agrada, fazer uma experiência gostosa entre família, amigos, clientes…

E uma vez formado, não se larga os livros. Todo dia tem algum autor, algum blog (olar!), alguma Bíblia cervejeira para devorar – mas isso será assunto para outro post, prometo.

E as horas-copo?

Talvez essa seja a grande desvantagem de não poder fazer um curso presencial: provar coisas que vão te deixar apaixonado para sempre e, sem orientação, você nem saberia que existem.

De qualquer maneira, com conhecimento na cabeça e espírito bebedor, é possível aumentar as suas "horas-copo" de uma simples (e focada) compra no mercado até às viagens pelo Brasil e pelo mundo.

Onde estudar

Instituto da Cerveja Brasil

* Curso Online: Introdução ao Universo das Cervejas Especiais Preço: R$ 99. A partir do dia 21 de fevereiro. 9 horas de aula com a sócia-fundadora, sommelière de cervejas e mestre-cervejeira Kathia Zanatta. Inscrições pelo site.

Para conferir agenda de cursos presenciais, como os de Tecnologia Cervejeira, Formação em Sommelier, Mestre em Estilos e mais, consultar o site.

Escola Superior de Cerveja e Malte

Pioneira no ensino de cerveja no país, a escola localizada em Blumenau conta com uma extensa lista de cursos de formação para Mestres-cervejeiros e sommeliers. Todos presenciais. Para saber mais, acesse o site da instituição.

Sinnatrah Cervejaria-Escola

Localizada em São Paulo, a instituição oferece cursos presenciais básicos e avançados de fabricação de cerveja artesanal, workshops técnicos, cursos de introdução a cervejas especiais e cursos de outras bebidas artesanais como hidromel e destilados. Mais informações, no site.

Senac-São Paulo

O Curso Básico de Cervejas vai acontecer em várias cidades do Estado de São Paulo durante todo o ano de 2019. Para datas, preços e inscrição, visite o site.

Science Of Beer

Localizada em Florianópolis (SC), a escola cervejeira oferece cursos e workshops em várias cidades do Brasil para apreciadores e oferecer consultorias para eventos e estabelecimentos ligados ao mundo da cerveja. Para saber mais, visite o site.

Bräu Akademie

Com opções de cursos presenciais e online, a escola conta com nomes consagrados da cena cervejeira, como Luiz Caropreso e Ronaldo Rossi no quadro de professores e hoje trabalha no desenvolvimento de um software cervejeiro. Para conhecer a agenda e mais sobre a escola, acesse o site.

 

COMO ESTAMOS BLOGUEIRANDO? Críticas, elogios, sugestões, desabafos? Aceitamos em InstagramFacebook e até no Untappd.

Sobre a autora

Juliana Simon é jornalista da Universa, sommelière de cervejas, mestre em estilos e especialista em harmonização pelo Instituto da Cerveja Brasil.

Sobre o blog

Representando quase metade do mercado consumidor da cerveja, as mulheres estão conquistando espaços inéditos neste mundo. Seja como mestres cervejeiras, sommelières, “confrades” ou apaixonadas pela bebida mais popular do Brasil e do mundo. É o espaço para dicas, novidades, provocações e reportagens descontraídas para quem já adora ou quer saber mais sobre este universo.