Siga o Copo

Topo
Siga o Copo

Siga o Copo

Tradicional, com fruta e até chá, Gin Tônica é o clássico versátil

Juliana Simon

19/10/2019 09h20

Do sofisticado Negroni ao revisitado Rabo de Galo, o mundo dos drinques tem sempre algo a dizer. Nesse sábado (19 de outubro), um deles tem até mesmo uma data para chamar de sua. Gin Tônica, aquele abraço!

Ninguém sabe ao certo o motivo da escolha da data, mas é inegável a popularidade do drinque por aí, seja na receita tradicional ou releituras.

Veja também

Combinação acidental

Reza a lenda – ou o Difford's Guide, no caso – que o quinino (produto que dá o amargor à água gaseificada) era usado nos anos 1600, para combater a malária, e lá para 1850 sua combinação líquida já era popular.

Dizem que quem inventou o drinque foram soldados da Companhia Britânica das Índias Orientais, que acrescentaram o gin para tornar a bebida saudável também mais palatável – e conseguiram bem mais que isso, convenhamos.

Clássico é clássico…

E assim surge a mistura bem "british", mas que faz um tremendo sucesso ao redor do globo.

Kennedy Nascimento, talento da coquetelaria brasileira e colecionador de títulos como o melhor bartender do Brasil, da América Latina e do mundo, contou ao Siga o Copo o que, afinal, 0 gin tônica tem.

Kennedy Nascimento (Crédito: Ale Virgílio)

Para ele, o paladar do consumidor evoluiu e as situações em que se procura bebidas marcantes estão cada vez mais fluidas, parte do dia a dia.

"É um clássico highball (bebida destilada com algum tipo de gaseificado como complemento), com a diferença de que esta combinação, ao invés de mascarar o sabor do álcool, mantém seu amargor de origem. As pessoas bebem para sentir isso e apreciar", diz.

… mas pode se renovar

Apesar de ser um dos grandes nomes da elaboração de drinques, Kennedy não vê as versões prontas do drinque em garrafas e latas como um pecado e, para ele, ajudam a elevar cada vez mais o consumo da categoria.

Embaixador do Tanqueray, Kennedy conta que a tradicional marca de gin também elaborou maneiras mais democráticas de agradar o público, o Tanqueray & Tonic Pre-Mix.

A bebida une a mistura de Tanqueray London Dry com água tônica artesanal e chega ao mercado na segunda (21) pelo www.thebar.com e nas lojas do Pão de Açúcar em São Paulo e Rio de Janeiro a R$ 16 a garrafa de 275 ml.

Gin Tônica perfeito existe

Para quem ainda prefere a versão feita com toda a beleza da coquetelaria e seus gestos e acessórios de babar, Kennedy entrega os segredos da combinação ideal:

Dose do gin proporcional a quantidade de água tônica: uma parte de gin para três partes de água tônica. Não adianta colocar uma dose muito maior porque o drinque ficará desequilibrado;

– Pegar uma taça ou copo, colocar bastante gelo e acrescentar a dose de 50ml de gin;

– Quando for a vez da água tônica, é preciso colocá-la bem devagar. Dessa forma conseguimos preservar as borbulhas que a tônica tem, o que permite que o drinque fique muito mais refrescante;

– Pode acrescentar uma guarnição. "Por exemplo, com Tanqueray N° Ten, o meu Gin favorito, sempre utilizo meia fatia de grapefruit", entrega;

– Para dar ainda mais aroma e sabor no coquetel, pode tirar uma casca de grapefruit/laranja/limão e espremê-la por cima do copo;

Uma curiosidade: nos drinques, quanto mais aroma colocamos, mais sabor a gente sente ao bebê-lo.

Além do tradicional

Segundo Kennedy, dá para fazer o drinque de acordo com diversos paladares:

Se a pessoa gosta muito de chás, ela pode incluir no drinque um sache de seu sabor favorito.

Se ela gosta de frutas vermelhas e drinques mais frutados, a ideia é utilizar opções como morango e framboesa.

Se prefere frutas mais cítricos pode apostar em grapefruit, limão e laranja.

Se a pessoa é fã de especiarias, pode acrescentar cravo, canela ou anis-estrelado.

O importante é não misturar todos os ingredientes para não perder o aroma e o sabor predominante.

Anotou? Agora vai comemorar seu dia do Gin Tônica da maneira que mais gostar, caro bebedor!

COMO ESTAMOS BLOGUEIRANDO? Críticas, elogios, sugestões, desabafos? Aceitamos em InstagramFacebook e até no Untappd.

Sobre a autora

Juliana Simon é jornalista do UOL, sommelière de cervejas, mestre em estilos e especialista em harmonização pelo Instituto da Cerveja Brasil.

Sobre o blog

O Siga o Copo é espaço para dicas, novidades e reportagens para quem já adora ou quer saber mais sobre o universo cervejeiro e de mais bebidas.