Siga o Copo

Com edição especial até em alto-mar, cerveja também tem ares sofisticados

Juliana Simon

10/05/2018 10h33

Régua de degustação do The District Brew House

Boteco, churrasco, happy hour… por muito tempo a cerveja esteve associada aos círculos informais, populares, cotidianos. Porém, quem acha que só vinhos e drinks elaboradíssimos têm vez nas rodinhas exclusivas está bem enganado.

Além dos estilos mais raros e marcas mais caras, a cerveja também está cada vez mais presente em experiências turísticas voltadas para o público que adora “tomar uma” em ambientes requintados. E tem até cerveja especialmente desenvolvida para isso.

A Norwegian Bliss Indian Pale Ale, desenvolvida pela Red Hook Brewery, de Seattle, por exemplo, só existe no The District Brew House. Um bar com 50 diferentes cervejas e 24 tipos de chope que funciona… em alto-mar!

The District Brew House

A partir de junho, quem quiser dar um singelo pulinho de sete dias Seattle até o Alasca a bordo do Norwegian Bliss, pode provar, além das Red Hook, exemplares das Elysian Brewery, Wynwood Brewery e M.I.A. Beer Company.

A brincadeira cervejeira cheia de luxo sai a partir de R$ 3.268 por pessoa.

Nosso “pequeno luxo”

Não contamos com nada semelhante em águas brasileiras, por enquanto. Mas em terra firme, o Brasil já conta com turismo cervejeiro com ares sofisticados. Em junho, o Beertrain da Bodebrown chega à sua 27 edição e ainda é uma viagem imperdível para quem gosta de cervejas artesanais.

Além de um cardápio variado de criações da cervejaria, harmonizado com comidinhas especiais a bordo de um trem, a paisagem é o lindo trajeto entre Curitiba a Morretes.

Hoje, o passeio custa R$ 418 por pessoa. E a próxima edição, que acontece em 9 de junho, já esgotou. E palavra de cervejeira: é um “pequeno luxo” que vale bem a pena.

Quer acompanhar tudo sobre este blog e o mundo das cervejas? Segue a gente no Instagram (@sigaocopo), Facebook e Untappd

Sobre a autora

Juliana Simon é jornalista da Universa, sommelière de cervejas, mestre em estilos e especialista em harmonização pelo Instituto da Cerveja Brasil.

Sobre o Blog

Representando quase metade do mercado consumidor da cerveja, as mulheres estão conquistando espaços inéditos neste mundo. Seja como mestres cervejeiras, sommelières, “confrades” ou apaixonadas pela bebida mais popular do Brasil e do mundo. É o espaço para dicas, novidades, provocações e reportagens descontraídas para quem já adora ou quer saber mais sobre este universo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Universa
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Siga o Copo
Topo