Siga o copo

PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Tradicional ou renovada, lager se livra do preconceito e prova seu valor

Juliana Simon

17/11/2017 09h24

Lager está ganhando os corações cervejeiros, que estavam focados nas ales (iStock)

Pode anotar: leveza é a palavra da vez no mundo cervejeiro. Para isso, não faltam receitas. Pode reduzir o álcool em um estilo consagrado – como nas Session IPAs mencionadas aqui neste blog – ou ir além e experimentar a tradição e, hoje, as inovações em cervejas lager.

Colocada de lado após o boom das amadas ales – cervejas de alta fermentação, com sabores e aromas complexos – a lager – de baixa fermentação e, portanto, mais "simples" – vem das tradicionais receitas da escola alemã e ganhou o mundo em forma da massificada American Lager. Hoje, além do resgate de famosos estilos como Pilsen, Helles, Bock e muitas outras, há versões bem interessantes de conhecidas ales – IPA virou IPL, por exemplo.

Mas o que a lager tem?

Entre as artesanais, há quem acredite tanto nestas cervejas que até abriu mão da produção de ales. Esse é o caso da cervejaria Avós, de São Paulo. O fundador, Junior Bottura, conta que o clima do país, a busca pelo alto drinkability e o sucesso de suas Hoppy Lager, India Pale Lager (IPL) e Double IPL acenderam a luzinha para explorar as possibilidades das lager.

Não à toa, a Avós foi até até Framingham, nos EUA, para conhecer os processos da Jack's Abby, uma cervejaria que só produz lager desde 2011 e bate no peito para pedir que os americanos dêem uma chance à tradição destas cervejas e parem de confundir lager com a cerveja de massa.

(Lembrai: toda pilsen é lager, mas nem toda lager é uma pilsen. E, frequentemente, o que é chamado de pilsen, nem pilsen é 😉 Mas isso fica para outro dia).

Vai ter lager, sim! (E, claro, ale também)

E vem novidades por aí… "Já fizemos uma Triple Bock, sour lager. Ainda este ano teremos ainda mais 4 versões de IPL, duas nossas e duas colaborativas, uma com a Zalaz e outra com a Goose Island SP. Além disso, estamos vendo como viabilizar a colaborativa com a Jack's Abby no Brasil o quanto antes".

Sobre o futuro cervejeiro, Junior acredita que a divisão lager x ale não é o mais relevante. "Essa barreira precisa ser quebrada. Espero que consigamos fazer ótimas receitas para que o consumidor entenda que o universo da cerveja artesanal é gigante e cheio de possibilidades", diz.

"Diferentona" ou tradicional, o que não falta são opções. Veja algumas disponíveis no mercado:

 

Vó Maria e o seu lado Zen, da Avós

A Hoppy Lager, medalha de ouro no Concurso do Festival Brasileiro da Cerveja de 2017, presenta cor dourada e espuma branca, entrega ao paladar uma cerveja de corpo baixo, com 4,9% de teor alcoólico e refrescante. Com amargor sutil garantido por seus 18 IBUs. Preço sugerido: R$ 16 (330ml). Onde comprar: Casa Avós ou no EAP.

Vó Maria In Concert, da Avós

Uma India Pale Lager que mescla os lúpulos Citra, Crystal e Equinox e se apresenta leve, refrescante e contempla o paladar com equilíbrio entre sabor de lúpulo e a presença do malte. Preço sugerido: R$ 30 (473ml). Onde comprar: Casa Avós ou no EAP.

Vó Ana: A Matrona, da Avós

Uma Lager feita com trigo, adição de semente de coentro e camomila tem visual amarelo palha, espuma branca cremosa, corpo leve, 5,1% de teor alcoólico e uma drinkability convidativa. Preço sugerido: R$ 30 (473ml). Onde comprar: Casa Avós ou no EAP.

Vó Joaquina, A Imortal, da Avós

Uma Double India Pale Lager que atinge os 8% de teor alcoólico e marcante amargor. Preço sugerido: R$ 35 (473ml). Onde comprar: Casa Avós ou no EAP.

Vó Zazá, colaborativa da Avós com a ZalaZ

Uma India Black Lager que entrega bom drinkability e frescor comum às cervejas feitas com levedura de baixa fermentação, a colaborativa alcança 45 IBUs e tem 6,1% de teor alcoólico. Preço sugerido: R$ 38 (500ml). Onde comprar: Casa Avós ou no EAP.

Véia Lática, colaborativa da Avós com a Synergy

Sour Lager feita com adição de amora e mirtilo, esta cerveja apresenta corpo aveludado, é refrescante, tem alta drinkability e apresenta teor alcoólico de 3.7%. Preço sugerido: R$ 32,90 (473ml). Onde comprar: Casa Avós ou no EAP.

Papito, da Blondine

É uma IPL com sabor predominantemente maltado, de cor clara, e levemente amarga devido à presença do lúpulo, que tenta o equilíbrio. Preço sugerido: R$ 12,90 (300 ml). Onde comprar: supermercados e lojas especializadas.

American Lager, da Berggren

Elaborada com 100% de malte de cevada, possui cor clara, espuma cremosa e consistente, corpo leve e baixo amargor. Seu sabor e aroma provém do perfeito equilíbrio entre os maltes e lúpulos de variedades cítricas norte-americanas. Preço sugerido: R$ 6,39. Onde comprar: www.mercadoqualidade.com.br

Martina, da Blondine

Leveza, refrescância e suavidade, características predominantes desta lager, além de espuma cremosa, aroma de pão e sutil floral. Preço sugerido: R$ 5,95 (300 ml). Onde comprar: supermercados e lojas especializadas.

Camila Camila, da Bamberg

Cerveja do estilo Bohemian Pilsner, feita para homenagear a música "Camila Camila" da banda Nenhum de Nós. Preço sugerido: R$ 21,90 (600 ml). Onde comprar: www.cervejariabamberg.com.br

O Calibre, da Bamberg

Cerveja do estilo German Pils, leve, seca e com marcante lupulagem, é a cerveja que homenageia a banda Os Paralamas do Sucesso.Em 2014, a bebida foi premiada na categoria Ouro do 2º Concurso Brasileiro de Cervejas. Preço sugerido: R$ 19,90 (600 ml). Onde comprar: www.cervejariabamberg.com.br

American Lager, da Sunset Brew

Cerveja clara, de baixo amargor, aromas de malte e pão de corpo médio a seco, refrescante. Preço sugerido: R$ 14 (500ml). Onde comprar: www.sunsetbrew.com.br

X, da Wäls

Pilsen com coloração amarelo claro e cristalina, agrada ao paladar com seu sabor refrescante, destacado pelo equilíbrio entre o malte e o lúpulo, combinando com o aroma floral suave e marcante. Preço sugerido: R$ 11,50 (600 ml). Onde comprar: www.emporio.com

Cauim, da Colorado

Lager que combina fermento alemão, lúpulo tcheco, cevada maltada alemã e mandioca brasileira. Preço sugerido: R$ 14,90 (600 ml). Onde comprar: www.emporio.com

Imperial, da Bohemia

Uma Premium American Lager com três tipos de malte, aroma é marcante e cor levemente acobreada. Preço sugerido: R$17,90 (550 ml). Onde comprar: www.emporio.com

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a autora

Juliana Simon é jornalista do UOL, sommelière de cervejas, mestre em estilos e especialista em harmonização pelo Instituto da Cerveja Brasil.

Sobre o blog

O Siga o Copo é espaço para dicas, novidades e reportagens para quem já adora ou quer saber mais sobre o universo cervejeiro e de mais bebidas.