Siga o copo

PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Siga o Copo

Munique é Meca, Disney e sonho de qualquer cervejeiro - Parte 1

Juliana Simon

06/09/2018 09h02

 

Dona de uma escola cervejeira para chamar de sua, a Alemanha trouxe ao mundo uma variedade enorme de estilos da bebida espalhados pelas diferentes regiões.

Este blog teve a oportunidade de conhecer melhor a cidade com uma das tradições cervejeiras mais antigas e interessantes do planeta. Com vocês, a primeira parte de um roteiro escancaradamente emocional pela linda, sensacional, necessária Munique.

Relembre o primeiro amor: a cerveja de trigo

2010, The Pub do Baixo Augusta, pelas mãos de Marcelo Costa, tomei minha primeira Weihenstephan. Essa é minha primeira lembrança cervejeira de tirar o fôlego e oito anos depois, as weizen ainda batem forte. Por Munique é facílimo achar exemplares dos sonhos de várias cervejarias,. Seja hefe (clara) ou dunkel (escura), elas são impecáveis – e a boa notícia é que, por comparação, chegam bem boas no Brasil.

Tome as Helles de sua vida…

Eis um estilo que faz MUITA diferença tomar "direto da fonte" – o nome original da linda é Münchner Helles 😉 – e não é mentira quando dizem que é a bebida do dia a dia dos bávaros (que rotina dura, né?). Amargor suave, equilíbrio com dulçor do malte, refrescância saborosa… também não faltam exemplares inesquecíveis pela cidade. Este blog elenca as mais amadas: Spaten e Schlossbrauerei Au-Hallertau.

… e as Pilsen também…

Como já dissemos incansavelmente neste blog, Pilsen não é o estilo da bebida mais popular do mundo – este é o American Lager, ok? Ok. A verdadeira Pilsen, seja na receita alemã German Pils e seus lúpulos herbais, ou a tcheca Bohemian Pilsner com seus lúpulos florais, é diferente em espuma, cheiro, cor e… na boca é de deixar o olho cheio de lágrima. Apesar de ser mais pop ao norte do país, Munique conta com exemplares de babar.  A eleita suprema daqui foi a "crocante" Löwenbräu e a sempre tradicional Paulaner.

… e Dunkel também

Quer um monte de história em um copo de ÓTIMA cerveja? Não dá para perder a Augustiner-Bräu, cervejaria mais antiga de Munique na ativa desde 1328. Nem pisque na hora de pedir a Münchner Dunkel – a cerveja escura típica da cidade e a primeira a ser regulamentada na Lei da Pureza Alemã. Nada se compara à escurinha leve (sim, elas existem!).

(Aqui ficamos pela tradição e no próximo post exploramos a Munique e região mais ousadinha. Também falaremos de lúpulo, essa joia que todo mundo adora e pouca gente conhece).

A blogueira viajou a Munique a convite da SKOL.

Quer acompanhar tudo sobre este blog e o mundo das cervejas e mais? Segue a gente no Instagram (@sigaocopo) Facebook e Untappd

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a autora

Juliana Simon é jornalista do UOL, sommelière de cervejas, mestre em estilos e especialista em harmonização pelo Instituto da Cerveja Brasil.

Sobre o blog

O Siga o Copo é espaço para dicas, novidades e reportagens para quem já adora ou quer saber mais sobre o universo cervejeiro e de mais bebidas.