Siga o copo

PUBLICIDADE
Topo

Histórico

A mais brasileira das bebidas, cachaça vai (muito) bem com comida

Juliana Simon

20/08/2018 08h30

(Crédito: Divulgação)

Harmonizar é uma das brincadeiras alcoólicas mais gostosas que os apaixonados por copos de fermentados e destilados podem imaginar. Aqui neste blog a cerveja já foi a protagonista de combinações surpreendentes. Hoje é a vez da cachaça, a mais brasileira das bebidas.

Se você tem dúvida sobre como começar neste mundo, o que conhecer e como degustar, este link aqui pode ser uma mão na roda.

Para ajudar nessa deliciosa missão de levar a aguardente de cana à mesa, perguntamos a Jairo Martins, autor do livro "Cachaça – História, Gastronomia e Turismo"(Editora Senac São Paulo) o caminho das pedras dessa união.

As regras do jogo

Armazenada e envelhecida em mais de 30 tipos de madeira, com diversos sabores, aromas e cores, a cachaça é versátil.

"A regra básica é: comida leve com cachaças menos encorpadas, ou seja, com menor teor alcoólico, jovens ou com menos tempo de armazenamento ou envelhecimento em madeira. Comidas condimentadas e suculentas com cachaças mais encorpadas, maior teor alcoólico e mais madeira", conta Jairo.

A coringa

Segundo o especialista, aquela cachaça que "combina com tudo" é uma armazenada ou envelhecida em madeira neutra, que não confere muita cor à cachaça, tais como Ipê ou Freijó, combina com uma maior gama de pratos, podendo acompanhar uma refeição do começo ao fim.

Para não errar

Quer tentar a brincadeira em casa com combinações certeiras? Anota aí:

Cachaças brancas jovens harmonizam com caldos e pratos à base de frutos do mar.

Cachaças com teor alcoólico em torno de 40% e armazenadas ou envelhecidas em Carvalho ou Bálsamo por até 2 anos, combinam com pratos mais condimentados, à base de carnes vermelhas ou feijoada.

Cachaças armazenadas em Amburana ou Sassafrás harmonizam com sobremesas, como bolo de rolo ou mesmo com petit gateau.

Cachaça envelhecidas por mais de 4 anos em Carvalho são ideais para acompanhar o cafezinho

A refeição dos sonhos

Jairo sugere uma experiência completa. Da entrada ao cafezinho, dá para brincar e ser bem feliz:

Entrada: caldinho de camarão e cachaça branca resfriada armazenada em inox

Prato principal: carré de cordeiro com cuscuz marroquino e cachaça armazenada em Bálsamo – 2 anos

Sobremesa: salada de frutas com sorvete de creme e cachaça armazenada em Amburana – 2 anos

Cafezinho com cachaça envelhecida em Carvalho – 10 anos

Jairo Martins (Crédito: Divulgação)

Quer acompanhar tudo sobre este blog e o mundo das cervejas e mais? Segue a gente no Instagram (@sigaocopo), Facebook e Untappd

Sobre a autora

Juliana Simon é jornalista do UOL, sommelière de cervejas, mestre em estilos e especialista em harmonização pelo Instituto da Cerveja Brasil.

Sobre o blog

O Siga o Copo é espaço para dicas, novidades e reportagens para quem já adora ou quer saber mais sobre o universo cervejeiro e de mais bebidas.