Siga o copo

PUBLICIDADE
Topo

Siga o Copo

No Dia do Hambúrguer, combine o seu com cerveja ! (e não é só IPA)

Conteúdo exclusivo para assinantes

Juliana Simon

28/05/2018 11h54

(Crédito: Pixabay)

Desde o boom das artesanais, é batata: difícil não ver alguém entoando que para hambúrguer a "combinação dos deuses" é India Pale Ale. Nada contra as IPAs, mas se você pode perder muita coisa insistindo nessa harmonização batida – e muitas vezes meio frustrante.

Se hambúrguer não é tudo igual, a cerveja que casa com ele também não vai ser sempre a mesma. O gostoso é seguir algumas diretrizes e combinar, acima de tudo, com seu paladar e, claro, com o momento. Aqui vão algumas sugestões para começar a brincar:

Clássico reformulado

X-Salada, o normalzão mesmo, não pede IPA. O nível de amargor pode até combinar legal com a carne, mas vai matar todo o resto.

Por que não tentar a prima menos radical? Uma American Pale Ale (APA) vai dar um amargor bacaninha, e o maltado menos caramelizado vai dar aquela namorada com o pão. A salada e o queijo – além de maionese, catchup e mostarda – entram em campo numa boa. (Se você pediu tomate e alface, não quer que morram num mar lupulado, né?).

Todo destaque para a carne

Se a ideia é botar a carne como protagonista suprema, um pouco de tosta a mais vai ser um sucesso.

Opte por uma Brown Ale americana, que remete a caramelo, quase toffee, e enfatiza o sabor da carne, além de ir super bem com acompanhamentos como cebola caramelizada e cogumelos, além de ser uma opção excepcional para um pão com gergelim, até mesmo o escuro australiano.

Se você é o mestre das grelhas e faz seu hambúrguer com toques defumados, não perca a chance de ousar com uma Rauchbier, que vai intensificar essa característica, ou busque um adocicado de uma boa Doppelbock – um teor de álcool a mais com uma tosta amendoada para arredondar a carne mal passada ou ao ponto. Já tá morrendo de fome?

Queijo, o inesquecível

Para quem adora adotar tipos diferentes de queijos, a tarefa de harmonizar com cerveja pode ser uma deliciosa dúvida – só sanada em muitas, muitas, muitas experiências. Bom né?

Gosta da suavidade de um brie? Não hesite em dar aquela boa temperada com uma Saison ou uma Sour mais intensa.

Não abre mão do clássico cheddar? Combine com APA para uma ponta de amargor, ou com um Brown Ale – inglesa para um toque terroso, que é bem interessante.

A ideia é ir para o extremo de um gorgonzola? Aposte em álcool e complexidade. Vale Barley Wine, Russian Imperial Stout e até mesmo uma Double IPA. Álcool para limapr o paladar e dulçor (nas duas primeiras) e amargor (na terceira) para a criação de um sabor totalmente diferente.

Em harmonização, não tem limite ou regra. Quem manda é seu paladar.

*Com exceção das barley wine, todos os outros estilos citados são encontrados até em redes de supermercados, seja por cervejarias nacionais ou exemplares importados. Mas vale sempre dar um pulinho nas lojas especializadas e pedir indicações de rótulos bacanas para se aventurar pelo universo cervejeiro.

Quer acompanhar tudo sobre este blog e o mundo das cervejas? Segue a gente no Instagram (@sigaocopo), Facebook e Untappd

Sobre a autora

Juliana Simon é jornalista do UOL, sommelière de cervejas, mestre em estilos e especialista em harmonização pelo Instituto da Cerveja Brasil.

Sobre o blog

O Siga o Copo é espaço para dicas, novidades e reportagens para quem já adora ou quer saber mais sobre o universo cervejeiro e de mais bebidas.